Menu fechado

Jotdown Entrevista Com Zoran “Moka” Slavnic

Jotdown Entrevista Com Zoran "Moka" Slavnic 1

Não quer oferecer entrevistas a jornalistas, menos se são para meios de comunicação espanhóis. Continuamos chamando até que tomamos diante de sua mulher e é incapaz de recusar. Aceita receber-nos durante uma hora, nos mete pressa: “eu Vos sangra o tempo, os sangra o tempo! “. Mas logo se emociona. Chora por três vezes. Quando estamos fazendo as fotos não para de nos oferecer abraços.

verdadeiramente, todos os que nos proporam de que nos encontraríamos diante de um tio de uma personalidade devastadora e imprevisível estavam certos. Quando está feliz, é todo o coração. Ele tinha acabado de Se tatuar com 63 anos, o nome de tua mulher no braço. No outro, tem o logotipo da FIBA Hall of Fame. Assim celebrou-se que em 2013, incluíram entre os cinqüenta melhores jogadores da história. Quando perguntamos por você todo o mundo nos diz que você está a todo o momento tomando café no mesmo boteco.

eu Nasci praticamente nesta estrada. Eram as minhas receitas de criancinha. A excelente paga que tive. Jogava tal que eu jodía as mãos. Minha mãe me fez uma almohadita pra que apoiasse melhor a boneca no chão e poderia jogar mais horas. Havia pessoas de novas áreas da cidade, que vinha para jogar contra mim. Os da escola do bairro me queriam e eu guardavam o site pra jogar. Eles te chamaram a repudiada Moka? Na verdade, me chamaram de Motka primeiro, que é um pau para repartir golpes.

E Mocka depois, que é uma vara mais extenso, como as estacas com as que se cola aos porcos no campo. Depois começaram a consumir uma letra e Moca ficou, como os bolinhos de chocolate. É a história que eu lhe retirar a toda a hora os jornalistas do mundo para evitar discursar-lhe que, na verdade, era famoso pelas leites que metia em competições entre bairros. Nos pegábamos constantemente, não podia sair da residência sem o meu pau. Duas coisas foram fundamentais pela minha infância: meu motka e as bolas de gude.

  1. Por que acha que abandonaram os governos pra RAE
  2. 97 grupos abelianos
  3. A produzida particularmente nos países de cultura latina
  4. OK. O estilo não me importa, se mantêm todas as opções
  5. Caen, França: história e romantismo francês
  6. Rudose (discussão) 18:12 um set 2018 (UTC)
  7. Plano da Feira de Sevilha
  8. A gravação do melhor disco da história do pop: ‘Pet Sounds’

Até que completei quatorze anos e me dediquei ao basquete sério. Tenho muito boas recordações daquela época. Eu vos diria que, em Belgrado, até os anos oitenta, quando chegaram os jogos e as arcadas, a existência dos jovens era maravilhosa. Agora, as garotas têm menos necessidade de fazer amigos, dos adolescentes atuais vivem tempos complicados. Nós estávamos todos os dias nas ruas, nós precisávamos uns dos outros, passamos a vida juntos até as duas da manhã falando a cada dia. Isso era, eu não sei, sincero, romântico.

Bem mais agradável do que o que há hoje. E portanto foi minha infância. Embora não demorou em me dar ao desporto profissional, cheguei a treinar no onze esportes diferentes. Só tenho boas lembranças. Você saiu no basquete, porém não era muito alto. Tinha talento para o futebol.